Ensine seu filho a escovar os dentes do jeito certo
5 de julho de 2019
Seu filho não te escuta? Veja o que fazer
9 de julho de 2019

Melhorar a alimentação dos filhos: veja 5 maneiras de fazer isso

A família apresenta um papel fundamental para melhorar a alimentação dos filhos dentro de casa. Na primeira infância, em particular, a presença e a influência dos pais são essenciais na escolha de alimentos.

Apesar disso, quando se fala em construir padrões alimentares saudáveis, algumas dificuldades do mundo atual podem influenciar, como a falta de tempo e a rotina agitada dos pais, a ida à escola cada vez mais cedo e a criatividade para estimular o gosto pelo consumo de alimentos nutritivos.

No dia a dia, determinadas estratégias podem facilitar o processo de construção de hábitos saudáveis das crianças, ensina a nutricionista e
consultora da E4, Karla Maciel.


1. Educar é levar a criança para colocar a mão na massa

A infância é a fase onde a criança apresenta maior curiosidade com as coisas ao seu redor. Por isso, um primeiro passo para educá-la em relação à comida é fazer com que ela cozinhe também.

Essa é considerada uma estratégia eficiente para estimular o seu paladar desde o começo da preparação, onde ela observará as texturas, cores e as combinações que podem ser feitas com os alimentos, incentivando a importância do seu consumo.

Assim, aumenta-se a sua vontade para provar aquilo que ela mesma elaborou na cozinha.


2. Consuma os alimentos saudáveis junto ao filho

O exemplo dos pais é o ponto fundamental para melhorar a alimentação dos filhos. Esse público costuma apresentar diferentes questionamentos, principalmente em relação à comida.

Quando os adultos dizem que determinado alimento é saudável e, ao mesmo tempo, consomem ele na frente da criança, ele passa confiança para ela também consumir.

Portanto, a refeição baseada em legumes e verduras deve estar presente na mesa de toda a família!


3. Experimente combinações diferentes que deixem a comida colorida e divertida

Montar um prato criativo com cara de palhaço, como o da foto, ajuda a melhorar a alimentação das crianças

As crianças se interessam por experiências novas, e esse interesse pode ser usado a favor dos pais.

Um prato colorido, com diferentes legumes e verduras em formato de “desenhos” pode ser uma estratégia vantajosa para estimular a curiosidade do filho em relação ao alimento.

Usar a criatividade nessa fase é ideal para diversificar a apresentação dos alimentos à criança.


4. Crie um ambiente agradável para as refeições

A definição de horários das refeições na rotina garante que a criança cumpra a realização das três principais refeições do dia: café da manhã, almoço e jantar.

O ideal é que os pais sempre estejam junto a elas na hora de comer, para estimular os seus hábitos. O ambiente deve ser calmo, tranquilo e aconchegante para que a família possa interagir entre si.

Evitar distrações como uso de celular, televisão ligada ou videogame também faz parte do roteiro!


5. Use a criatividade para montar a lancheira

A escola é um ambiente influenciador de hábitos alimentares. Por isso, é ideal sempre oferecer os alimentos que a criança come em casa, na lancheira escolar.

A escolha de produtos saudáveis deve ser estimulada em todos os momentos do dia, seja em casa, ou na escola. Cabe aos pais montarem a lancheira com equilíbrio e imaginação!