Arroz doce
13 de junho de 2018
Caixinha de pipoca para as festas juninas
14 de junho de 2018

Pós-parto: Conheça as cirurgias plásticas mais escolhidas

p[os-parto

Assim como ter um bebê é o sonho de muitas mulheres, adquirir o corpo ideal pós-parto também está no topo da lista de desejos das novas mamães. Para isso, muitas recorrem a cirurgias plásticas.

A cirurgia é indicada em casos de cicatrizes alargadas e após tratamento de quelóides. O cirurgião plástico, Dr. Rafael Werneck, conta que a lipoaspiração e as cirurgias de aumento de seios e glúteos são as mais procuradas.

“É comum a barriga e os seios ficarem flácidos após a gestação, por isso, os procedimentos que geralmente mais indico são a abdominoplastia e a mastopexia, para levantar os seios”, afirma Werneck.

Para realizar a maioria destes procedimentos, o especialista recomenda a espera de no mínimo 6 a 12 meses após o nascimento do bebê. Caso a operação seja nas mamas, deve-se faze-la pelo menos três meses após a interrupção da amamentação.

pós-parto-gravidez

Especialista tira dúvidas sobre os procedimentos indicados nas cirurgias plásticas. (Foto: Pixabay)

“Também é preciso esperar que o corpo desinche completamente, porque a fase de transição do corpo no pós-parto ainda demora certo tempo”, comenta o cirurgião.

Ainda de acordo com o médico, outro critério que deve ser considerado antes de escolher a data da cirurgia plástica é o período de recuperação de cada procedimento, uma vez que é necessário fazer o repouso corretamente e respeitar as restrições de movimentos.

Por isso, Rafael ressalta a importância do planejamento antes de uma cirurgia desse porte, pensando principalmente nos cuidados que o bebê deve exigir de acordo com a fase em que está.

 

Fonte: Dr. Rafael Werneck, cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

 

Leia também:

 

DHA pode ajudar na gestação de bebês  saudáveis  e  reduzir  partos  prematuros

 

Cinco dicas para realizar exercícios físicos seguros na gravidez

 

Gravidez no inverno tende a diminuir enjoos matinais e garante melhor qualidade de sono

 

Este conteúdo é publicado na revista NA MOCHILA e compartilhado pelo Programa Escolas do Bem, do Instituto Noa.

%d blogueiros gostam disto: