Coronavírus: apesar de menos infectadas, crianças são vetores da doença
17 de março de 2020
Coronavírus: OMS recua e retira restrição ao Ibuprofeno
19 de março de 2020

Práticas divertidas aguçam nas crianças o prazer pela matemática

Que tal aproveitar essa fase de isolamento domiciliar para ampliar seus conhecimentos com vivências divertidas no ensino de matemática para crianças da Educação Infantil?

Se você trabalha em uma Escola do Bem, pode aproveitar esse momento para aprender ou reciclar seus conhecimentos por meio de cursos online. E o que é melhor:  com custo zero. É que as instituições de ensino participantes deste programa de responsabilidade social subsidiam integralmente os cursos de capacitação disponíveis na plataforma Meus Cursos Livres.  https://meuscursoslivres.com.br/

Não apenas os professores, mas todas as equipes das escolas particulares ou suas apadrinhadas (públicas) podem acessar todos os cursos da plataforma com até 100% de gratuidade.

A indicação de hoje vai para quem quer reciclar seus conhecimentos com dois cursos sobre o ensino de matemática para os pequenos.  Veja nossas dicas:

BRINCADEIRAS INFANTIS NAS AULAS DE MATEMÁTICA
(Por Patrícia Romão)

Como um jogo com bolinhas de gude, amarelinha ou mesmo pular corda podem ajudar a criança a pensar de forma lógica e ser desafiada a resolver problemas? Pois é esta prática que você vai aprender neste curso, que propõe aos educadores articular, em seu planejamento, elementos que façam uma “matemática brincante”.

CRIANÇAS NA COZINHA: DIÁLOGOS ENTRE O BRINCAR E A MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
(Por Bianca Caiuby)

Cozinhar também pode se transformar numa deliciosa brincadeira para ensinar as crianças conceitos matemáticos importantes, como soma e divisão. Mas o aprendizado não para por aí. Este curso, com 8 horas de duração, mostra como a culinária possibilita outras aprendizagens significativas, como linguagem, ciências e até artes.

Ficou interessada em dedicar algumas horas do seu dia aproveitando estes recursos online? Então, peça o link de acesso gratuito para a sua direção/coordenação. #eusoumuitomais


Quem financia essa capacitação?

Todo o programa Escolas do Bem é financiado pelas escolas particulares, que assumem um compromisso de contribuir para o alcance dos Objetivos da ONU.

Como parte desta responsabilidade social, apadrinham uma escola pública, ampliam os conhecimentos das famílias nos temas relacionados ao desenvolvimento integral da criança de 0 a 6 anos (primeira infância) e contribuem para a qualificação dos educadores.

Todos os benefícios acontecem igualmente entre as duas escolas (particular e pública), o que contribui para a redução das desigualdades.