Como desenvolver foco e concentração?
28 de junho de 2019
Crianças juntas em situação de empatia
3 dicas para promover empatia nas crianças
1 de julho de 2019

Entenda como o cérebro da criança aprende

Educacao Infantil Atividades Sensoriais cerebro da crianca cinco sentidos

Foto: Depositphotos

Todo adulto precisa entender como o cérebro da criança aprende e armazena informações. O mais interessante de tudo isso é que essa aprendizagem se dá através do brincar e com o uso dos cinco sentidos.

Brincadeiras sensoriais são tão importantes na infância, especialmente nos primeiros anos de vida. É indicado que sejam realizadas para que o desenvolvimento das crianças seja maior e mais completo.

As atividades sensoriais possibilitam que as crianças conheçam o mundo ao seu redor a partir de novas texturas, cores, cheiros e sabores.

Atividades sensoriais ajudam no desenvolvimento cognitivo, linguístico, emocional e social dos pequenos. Desde o nascimento até os cinco anos de idade, as crianças têm uma grande capacidade de absorver e reter novas informações como se fossem uma “esponja”.

São muitas as informações que chegam pelo tato, olfato, visão, audição, gustação, movimentos e posições do corpo. E todos esses sentidos começam a se desenvolver desde a vida uterina. Mas é na primeira infância que eles se mostram essenciais para definir a vida adulta. Já está comprovado que desenvolver atividades sensoriais nos primeiros anos de vida aceleram a aprendizagem e estimulam a criatividade das crianças.

O cérebro da criança aprende brincando

“Jogos, brincadeiras e outras atividades sensoriais estimulam a inteligência, ajudam na criatividade e permitem que os alunos aprendam mais e melhor. Isso ocorre porque o cérebro tem a oportunidade de acionar diferentes canais para a entrada de conhecimento, contemplando todos os estilos de aprendizagem”, explica a coordenadora pedagógica do Colégio Champagnat, de Ribeirão Preto (SP), Juliana Christina Rezende de Souza.

Explore os cinco sentidos

São cinco os sistemas sensoriais que devem ser observados e trabalhados na primeira infância: táctil (toque), auditivo (identificar sons), oral/gustativo (experimentar sabores), olfativo (identificar cheiros) e visual (habilidades da visão).

Cada criança tem alguns sentidos sensoriais mais desenvolvidos que outros. No entanto, cabe aos adultos oferecerem ferramentas para desenvolver todos os sentidos. Movimentos, texturas, aromas e sabores são informações que podem ser muito bem integradas ao ouvir e ver, para enriquecer ainda mais a capacidade de aprendizagem do cérebro.

“Modificar o ambiente, manipular texturas, materiais com cores e espessuras diferentes, materiais para modelagem, apresentar sons diversos são algumas ferramentas importantes para desenvolver as habilidades sensoriais das crianças”, explica Juliana.

Veja abaixo um vídeo que explica como trabalhar com atividades sensoriais:

Fonte: Assessoria de Imprensa da Rede Maristas de Colégios